Ir para o conteúdo

Prefeitura de Lavínia-SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Youtube
Legislação
ARRASTE PARA VER MAIS
LEGISLAÇÃO
Atos relacionados
INTERAÇÃO
Anotação
Marcação
BUSCA
Expressão
EXPORTAÇÃO
Código QR
Baixar
Compartilhar
COLABORE
Reportar Erro
QRCode
Acesse na íntegra
COVID-19 Nº 2578, 23 DE MARÇO DE 2020
Assunto(s): Covid19, Legislação Municipal
Em vigor

DECRETO Nº. 2578 DE 23 DE MARÇO DE 2020. (alterado pelo decreto n°2592)


“RECONHECE O ESTADO DE CALAMIDADE PÚBLICA, DECORRENTE DA PANDEMIA DO CORONAVÍRUS - COVID-19, QUE ATINGE TODO O PAÍS, E DÁ PROVIDÊNCIAS CORRELATAS.”



CLÓVIS IZÍDIO DE ALMEIDA, Prefeito de Lavínia SP, no uso de suas atribuições legais e,


Considerando a Portaria MS nº 188, de 3 de fevereiro de 2020, por meio da qual o Ministro de Estado da Saúde declarou Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional (ESPIN) em decorrência da Infecção Humana pelo Novo Coronavírus;

Considerando que a Lei Federal nº. 13.979, de 6 de fevereiro de 2020, dispôs sobre medidas para o enfrentamento da citada emergência de saúde pública de importância internacional;

Considerando que a Câmara dos Deputados, em 18 de março de 2020, e o Senado Federal, na data de hoje, reconheceram a existência de calamidade pública para os fins do artigo 65 da Lei Complementar Federal nº. 101, de 4 de maio de 2000;

Considerando o Decreto Estadual nº 64.879, de 20 de março de 2020 que reconheceu estado de calamidade pública e Decreto 64.881 de 22 de março de 2020 que decretou quarentena em todo o Estado de São Paulo;

DECRETA:

Art. 1º - Fica declarado estado de calamidade pública no município de Lavínia SP para fins de medidas complementares sobre prevenção ao contágio pelo novo coronavírus (covid-19).

Art. 2º - Fica decretada medida de quarentena no município de Lavínia SP, consistente em restrição de atividades e circulação de pessoas de maneira a evitar a possível contaminação ou propagação do coronavírus, nos termos deste decreto.

Parágrafo único - A medida a que alude o “caput” deste artigo vigorará de 24 de março a 7 de abril de 2020.

Art. 3º - Ficam estabelecidas em complementação ao disposto no Decreto nº. 2575 de 19 de março de 2020, medidas emergenciais de prevenção da transmissão do novo coronavírus (COVID-19).

Art. 4º - Ficam suspensas as viagens de consultas e exames eletivos para outros municípios de referência, salvo casos de alto risco.

Art. 5º - As viagens para outros municípios de referência para atendimento e procedimentos de Oncologia e Hemodiálise serão mantidas, qualquer outra demanda será analisada pelo Departamento de Saúde ou diretamente pelo Prefeito Municipal.

Art. 6º - Os atendimentos deverão ser realizados, preferencialmente, por meio eletrônico, ou telefone, quando couber, podendo, excepcionalmente, se realizar através de agendamento individual em caso de necessidade.

Art. 7º - O Conselho Tutelar deverá realizar atendimento, preferencialmente, por meio eletrônico, ou telefone, quando couber, podendo, excepcionalmente, se realizar através de agendamento individual.

Art. 8º - Ficam também suspensas, as seguintes atividades:

I - Academias,

II - Cultos religiosos/Missas,

III - Oitivas de Sindicâncias e Processos Administrativos Municipais,

IV - Eventos de qualquer modalidade, com aglomeração de mais de 10 (dez) pessoas.

Art. 9º - Fica determinado o fechamento de todos os estabelecimentos comerciais, o comércio ambulante e os estabelecimentos de prestação de serviços, ressalvados:

I - Farmácias e Drogarias,

II - Veterinárias,

III - Bancos,

IV - Supermercados,

V - Açougues,

VI - Padarias,

VII - Postos de Combustíveis, borracharias, oficinas mecânicas, auto elétricas e lava jatos.

VIII - lojas de materiais de construção. (NR) (Incluído pelo decreto n° 2582 de 03/04/2020)

IX - salões de cabeleireiro, barbearias, salões de beleza, manicures, pedicures e afins, que poderão funcionar mediante atendimento individual, a cada cadeira, com hora marcada, de modo a impossibilitar aglomeração ou fila de espera, com intervalo entre um cliente e outro. Os profissionais e atendentes deverão usar óculos de proteção, máscara especial (N95 ou equivalente), luva, bem como higienizar os assentos e equipamentos a cada cliente e ainda: (Incluído pelo decreto n° 2592 de 03/04/2020)

a) realizar a troca de toalhas e capas a cada cliente atendido;(Incluído pelo decreto n° 2592 de 03/04/2020)

b) aumentar a distância entre as cadeiras e lavatórios para o mínimo de 2 (dois) metros;(Incluído pelo decreto n° 2592 de 03/04/2020)

c) intensificar a higienização diária, limpar todas as superfícies do ambiente com álcool em gel 70%, maçanetas de portas, balcões, recepção, bancadas, cadeiras, inclusive braços e encostos de cabeças, pentes, escovas, máquinas de aparar pelos e cabelos, lavatórios e outros;(Incluído pelo decreto n° 2592 de 03/04/2020)

d) seguir estritamente todos os padrões de segurança exigidos para a prevenção e enfrentamento do Coronavírus e regulamentos da Vigilância Sanitária de boas práticas da profissão, tais como higienização adequada de tesouras, alicates, pentes, escovas e outros materiais antes de cada cliente atendido.(Incluído pelo decreto n° 2592 de 03/04/2020)
X – escritórios de contabilidade, advocacia e imobiliárias, ficando permitidas as atividades internas e o acesso restrito dos clientes desde que sejam adotadas todas as medidas de higienização dos estabelecimentos e de todos os padrões de segurança exigidos para a prevenção e enfrentamento do Coronavírus, como o fornecimento de álcool em gel 70%, máscaras e demais utensílios e ou equipamentos de segurança, condicionado ainda o atendimento ao agendamento de horário, não se permitindo em nenhuma hipótese atendimentos simultâneos ou aglomeração de pessoas;(Incluído pelo decreto n° 2592 de 03/04/2020)

XI – prestadores de serviço em geral, cujo atendimento se dê no domicílio do cliente, condicionado o atendimento às recomendações inerentes à segurança e prevenção de contágio entre o prestador de serviço e o cliente como utilização de álcool em gel 70%, máscaras e demais utensílios e ou equipamentos de segurança;(Incluído pelo decreto n° 2592 de 03/04/2020)

XII – prestadores de serviço em geral, cujo atendimento se dê no estabelecimento do prestador de serviço, condicionado o atendimento ao agendamento de horário, de modo a não permitir a presença de mais de um cliente por horário marcado, devendo ainda nesse atendimento adotar as recomendações inerentes à segurança e prevenção de contágio entre o prestador de serviço e o cliente como utilização de álcool em gel 70% e demais utensílios e ou equipamentos de segurança;(Incluído pelo decreto n° 2592 de 03/04/2020)

XIII – estabelecimentos comerciais que trabalham com a modalidade de pagamento mediante carnê e crediário, poderão manter em seu interior caixas em funcionamento, ficado condicionado o funcionamento à disponibilidade de álcool em gel 70% para uso dos clientes antes e depois do atendimento, sendo de responsabilidade do estabelecimento a organização de filas nas áreas internas e externas, com demarcações no solo para a permanência dos clientes a uma distância de 1,50m (um metro e meio) entre um e outro, ou com funcionário dedicado exclusivamente para o controle dessa distância, sendo permitida a permanência na fila dos caixas de 2 (dois) clientes por caixa do estabelecimento em funcionamento, devendo ser adotadas, também, as recomendações inerentes à segurança e prevenção de contágio entre os funcionários, como utilização de álcool em gel e demais utensílios e ou equipamentos de segurança.”(Incluído pelo decreto n° 2592 de 03/04/2020)

§ 1º - Os restaurantes, bares, lanchonetes, pizzarias e similares poderão manter funcionamento com portas fechadas e comércio no sistema delivery.

§ 2º - Não será permitido o consumo de alimentos no local da venda.

Art. 10 - Os hotéis e pousadas não poderão receber novos hóspedes a partir da data da publicação deste decreto.

Parágrafo único - No prazo de 24 (vinte e quatro) horas contados da publicação deste decreto, os estabelecimentos mencionados no caput fornecerão à Prefeitura lista nominal de todos aqueles que ali estão hospedados.

Art. 11 - Os estabelecimentos que descumprirem o disposto neste decreto terão o alvará de funcionamento cassado, sofrerão interdição e terão aplicação de multa nos termos legais.

Art. 12 - Fica suspenso o transporte coletivo de passageiros através de veículos público.

Art. 13 - Fica recomendado que a circulação de pessoas no âmbito do Município de Lavínia SP se limite às necessidades imediatas de alimentação, cuidados de saúde e exercícios de atividades essenciais.

Art. 14 - A polícia civil e militar deverá atentar e tomar as providências cabíveis em caso de descumprimento deste decreto, conforme disposto nos artigos 268 e 330 do Código Penal, e ainda para o caso de a infração constituir crime mais grave.

Art. 15 - O art. 9º do Decreto Municipal 2.575, de 19 de março de 2.010 passa a viger com a seguinte redação:

Art. 9º - Os servidores municipais maiores de 60 (sessenta) anos e os portadores de doenças respiratórias crônicas, diabetes, cardíacas e as servidoras grávidas serão liberados para cumprir jornada em casa em sistema de “home office”, conforme determinado pela chefia imediata.

§ 1º - Não havendo possibilidade de cumprimento dos serviços em casa, os servidores que tenham dias e/ou horas anotados em banco de horas, serão afastados fazendo-se as devidas compensações.

§ 2º - Poderá ainda ser concedido férias e/ou licença prêmio independentemente de escala prévia mediante levantamento feito pelo Departamento de Pessoal e em especial para os servidores que tenham as atividades em seus setores de lotação diminuídas ou suspensas.

§ 3º - Os portadores de doenças cujos afastamentos não se enquadram nas possibilidades anteriores, gozarão de licença médica mediante apresentação de atestado médico.”

Art. 16 - Este decreto entra em vigor na data de sua publicação.

Art. 17 - Revogam-se as disposições em contrário.


Prefeitura de Lavínia, 23 de março de 2.020.



Clóvis Izídio de Almeida

Prefeito de Lavínia


Registrado e publicado no setor competente, nesta data.


Marta M. Rueda

Coord. de Administração

* Nota: O conteúdo disponibilizado é meramente informativo não substituindo o original publicado em Diário Oficial.
Atos relacionados por assunto
c
Ato Ementa Data
PORTARIA Nº 515, 02 DE SETEMBRO DE 2021 “DISPÕE SOBRE “SUSPENSÃO DA DISPENSA DE SERVIDORES MUNÍCIPAIS POR FAZEREM PARTE DAS MEDIDAS DE CONTROLE DO CORONAVÍRUS (COVID-19)”. 02/09/2021
PORTARIA Nº 514, 02 DE SETEMBRO DE 2021 DISPÕE SOBRE “DISPENSA DE SERVIDORES MUNÍCIPAIS POR FAZEREM PARTE DAS MEDIDAS DE CONTROLE DO CORONAVÍRUS (COVID-19)”. 02/09/2021
PORTARIA Nº 507, 01 DE SETEMBRO DE 2021 “DISPÕE SOBRE “SUSPENSÃO DA DISPENSA DE SERVIDORES MUNÍCIPAIS POR FAZEREM PARTE DAS MEDIDAS DE CONTROLE DO CORONAVÍRUS (COVID-19)”. 01/09/2021
DECRETO Nº 2796, 11 DE AGOSTO DE 2021 “DISPÕE SOBRE SUPLEMENTAÇÃO DE VERBA NO MONTANTE DE R$ 20.366,00 (VINTE MIL, TREZENTOS E SESSENTA E SEIS REAIS) POR SUPERÁVIT FINANCEIRO DO EXERCÍCIO ANTERIOR COVID-19 SAÚDE/EDUCAÇÃO FONTE/CONVENIO - FEDERAL.” 11/08/2021
PORTARIA Nº 464, 11 DE AGOSTO DE 2021 DISPÕE SOBRE “DISPENSA DE SERVIDORES MUNÍCIPAIS POR FAZEREM PARTE DAS MEDIDAS DE CONTROLE DO CORONAVÍRUS (COVID-19) 11/08/2021
COVID-19 Nº 2598, 11 DE MAIO DE 2020 ESTENDE A MEDIDA DE QUARENTENA DE QUE TRATA O DECRETO Nº. 2578, DE 23 DE MARÇO DE 2020, QUE RECONHECEU ESTADO DE CALAMIDADE PÚBLICA NO MUNICÍPIO EM DECORRÊNCIA DA INFECÇÃO HUMANA PELO NOVO CORONAVÍRUS (2019-NCOV) E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. 11/05/2020
COVID-19 Nº 2597, 08 DE MAIO DE 2020 ESTENDE O PRAZO DE QUE TRATA O DECRETO MUNICIPAL Nº. 2589, DE 22 DE ABRIL DE 2020 E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. 08/05/2020
COVID-19 Nº 98, 08 DE MAIO DE 2020 DISPÕE SOBRE “DISPENSA DE SERVIDORES MUNÍCIPAIS POR FAZEREM PARTE DAS MEDIDAS DE CONTROLE DO CORONAVÍROS (COVID-19). 08/05/2020
COVID-19 Nº 2595, 07 DE MAIO DE 2020 “DISPÕE SOBRE O USO OBRIGATÓRIO DE MÁSCARA DE PROTEÇÃO FACIAL NO ÂMBITO DO MUNICÍPIO DE LAVÍNIA, DEVIDO A PANDEMIA DE COVID-19 E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.” 07/05/2020
COVID-19 Nº 2594, 04 DE MAIO DE 2020 Dispõe sobre REVOGAÇÃO do Decreto Municipal no 2592 de 24 de abril de 2020 e dá outras providências 04/05/2020
Minha Anotação
×
COVID-19 Nº 2578, 23 DE MARÇO DE 2020
Código QR
COVID-19 Nº 2578, 23 DE MARÇO DE 2020
Reportar erro
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Seta
Versão do Sistema: 3.2.8 - 16/11/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia